Miojo mágico – ito konnyaku

Oi pessoal,

itokonnyaku

Comecei a dieta Dukan recentemente (depois escreverei mais sobre ela) e na primeira fase só podemos comer proteína magra. Ja estava querendo me matar de tanto queijo, iogurte, ovos e carnes (peito de frango, carne magra, peixe grelhado) sem acompanhamento. Comecei a procurar alternativas. O tofu é uma delas, pode ser feito de várias formas (eu faço cozido com um pouquinho de água, cebolinha e shoyu. Também pode ser molho de tomate).

Numa das minhas pesquisas encontrei um tal de miojo mágico também conhecido como shirataki ou ito-konnyaku. Aproveitei o fim-de-semana pra ir até a Liberdade (foi uma saga com direito a trem parado, passeata no caminho e elevador quebrado) e comprei tofu fresquinho e o tal ito-konnyaku. A minha loja favorita é a Marukai (não se assuste com o tamanho da fila, ela anda muito depressa!). Entrei lá, pedi o tal miojo mágico e me indicaram a geladeira ao fundo da loja.

Para minha surpresa, o ito konnyaku é um velho conhecido meu. Minha família sempre faz um cozido delicioso okinawa que eu conheci como umbussá e ele leva esse konnyaku (eu chamava de conhacu mesmo), carne de porco, daikon seco, kombu entre outros ingredientes. Eu separava as tirinhas de konnyaku pra comer depois, de tanto que gostava! Ele tem uma consistência gelatinosa. Descobri que é um tipo de geléia de uma batata chamada konjac e tem zero de carboidrato e muito pouca caloria. E é um alimento consumido há séculos no Japão, não é uma maluquice inventada com a promessa de emagrecer todo mundo.

Ele vem num saquinho com líquido (tem conservante). São apenas 200g de ito konnyaku mas pesa pra caramba. Mais um motivo pra viagem de trem/onibus/metrô ter sido má idéia…

Pra preparar, retire o líquido e deixe de molho em água filtrada por 30 minutos pra limpar o conservante. Cozinhe em água fervente por 5 minutos e depois tempere a gosto.

Pra acompanhar, fiz um molho a bolonhesa (muito mais carne do que molho de tomate pra ser fiel à dieta). Ficou muito gostoso! Não é assim um macarrão de verdade mas fica muito bom e satisfaz. Encontrei várias receitas na internet, o pessoal está deixando a criatividade solta! Graças a Deus pela internet 🙂

Tirando o fato de que ele é meio caro (R$ 7,20 o saco com 200g), difícil de achar (só na LIberdade) e precisa ser mantido na geladeira (não dá pra estocar), é uma ótima dica pra quem quer reduzir o consumo de carboidratos, principalmente a noite.

Abraço!

Anúncios